Programa Escola com Empatia

CANDIDATURAS FECHADAS

Previna e resolva o (cyber)bullying na sua escola, ao capacitar toda a comunidade escolar, através de várias formações e sessões. 

Para escolas de 2.º e 3.º ciclo.

Error. Your form has not been submittedEmoji
This is what the server says:
There must be an @ at the beginning.
I will retry
Reply

Programa de Formação

Descubra como funcionam o Programa Escola com Empatia

  • 1

    Assinatura do protocolo

    A sua escola e a associação No Bully Portugal irão assinar um protocolo de colaboração, onde se comprometem a implementar as atividades previstas e a dar continuidade ao projeto nos anos seguintes.

    Entertainment lawyer
  • 2

    Questionários de Diagnóstico

    Toda a comunidade escolar irá responder a questionários online anónimos, no início do projeto, para diagnosticar o estado do bullying na escola. Conteúdos: 

    • Quais são as agressões entre alunos mais comuns e qual a sua frequência?
    • Que medidas costumam ser tomadas? 
    • Até que ponto as situações são resolvidas? 
    • Sensação de segurança e bem estar na escola 
    • Nível de bullying e necessidade de intervenção sentidos
    Pexels karolina grabowska 5882683
  • 3

    Formação base de educadores

    2 sessões de 3 horas para grupos diferentes de educadores. 50 participantes por sessão. Conteúdos:

    • O que é o bullying e como se manifesta?
    • O que origina o bullying?
    • Como prevenir o bullying?
    • O que podemos fazer para pará-lo?
    Img 20160915 wa0000
  • 4

    Sessões para turmas

    Sessões de 1 hora, na aula, para turmas. Conteúdos: 

    • Quais destas situações são bullying?
    • O que farias se te fizessem bullying?
    • Como podes parar o bullying na tua escola?
    • Como te podes controlar para não fazer bullying?

    Número de sessões e temas adaptados a cada turma.

    Img 20190502 104501 1
  • 5

    Formação avançada para "Facilitadores"

    2 sessões de 3 horas para o mesmo grupo de educadores selecionados, 20 participantes. Conteúdos:

    • Que processos psicossociais estão por trás do bullying?
    • O funcionamento do sistema No Bully para parar o bullying
    • Como identificar casos de bullying e os resolver eficazmente?
    Img 20190402 212852 (1)
  • 6

    Workshop para Pais

    Sessão de 2 horas em horário pós-laboral, para Encarregados de Educação, máximo de 100 participantes. Conteúdos:

    • O que é o bullying e como se manifesta?
    • Como perceber se os seus filhos estão envolvidos em bullying?
    • Como ouvir os seus filhos e ajudá-los a lidar com o bullying?
    • Estudos de caso e exercícios em grupo
    Img 0523
  • 7

    Apresentação do projeto de Embaixadores

    Sessões de apresentação do projeto aos/às estudantes do 3º ciclo ou secundário, para convidar a participarem no programa de Embaixadores.

    Conteúdos:

    • Porque é importante parar o bullying?
    • O que fazer quando vemos bullying?
    • Quem quer para o bullying na sua escola?
    Sessão para estudantes
  • 8

    Formação de Embaixadores

    Sessão de 3 horas, após as aulas, para alunos de secundário interessados, máximo de 20 participantes. Conteúdos:

    • Porque fazemos bullying?
    • Como identificar casos de bullying e o que fazer?
    • Como ajudar colegas a sofrer e a fazer bullying?
    • Como criar uma cultura anti-bullying entre os alunos?

    Mais 2 sessões de apoio de 1 hora.

    Pexels anna shvets 5325713
  • 9

    Questionários de Avaliação

     Toda a comunidade escolar irá responder a questionários online anónimos, no final do projeto, para avaliarmos a evolução do bullying na escola. Conteúdos:

    • Quais são as agressões entre estudantes mais comuns e qual a sua frequência?
    • Que medidas costumam ser tomadas? 
    • Até que ponto as situações são resolvidas? 
    • Sensação de segurança e bem estar na escola 
    • Nível de bullying e necessidade de intervenção sentidos
    Pexels julia m cameron 4144099

Uma solução com 90% de sucesso!

Os seus funcionários irão aprender uma metodologia de resolução do bullying com elevada eficácia.

Como funciona:

  • Pexels cottonbro 4100488
    Um caso de bullying é identificado na escola
  • Teaching with middle school students in a library
    É criada uma equipa de bullies e líderes positivos
  • 4405484 orig
    São convidados a pôr-se no lugar do/a colega alvo
  • Pexels andres ayrton 6551277
    São motivados a ajudar em vez de magoar
  • Pexels andres ayrton 6551297
    Os bullies passam a apoiar defender o alvo!

Testemunhos do terreno

"O Projeto permitiu-me ver os meus alunos passarem de uma profunda tristeza e sofrimento a uma alegria e alívio. Agradeço o facto de ter podido receber esta formação e de poder ajudar os meus alunos a ter uma vida melhor!"

Giséla Diniz - Psicóloga Escola Básica 2,3 das Olaias

“Numa das situações, três sessões chegaram para acabarem abraçados. É normal que o agressor assuma no início uma atitude receosa, talvez por estar sempre à espera de ser denunciado e poder ser castigado, mas depois adere e colabora ativamente.”

Carla Marques - Psicóloga Escola Sec. Gama Barros

Escolas envolvidas

  1. Escola Básica 2,3 das Olaias (Lisboa)
  2. Escola Básica do Alto de Algés (Algés)
  3. Escola Patrício Prazeres (Lisboa)
  4. Escola Básica 2,3 de Marvila (Lisboa)
  5. Escola Secundária Gama Barros (Cacém)
  6. Escola Básica 2,3 Moinhos da Arroja (Odivelas)
  7. Escola Secundária Conde de Reguengos (Reg. de Monsaraz)
  8. Colégios Fomento - Cedros e Horizonte (Porto)
  9. Colégio do Oriente (Lisboa)
  10. Agrupamento de Escola Cego do Maio (P. Varzim)
  11. Oporto British School (Porto)
  12. Universidade de Aveiro
  13. Park International School (Lisboa)
  14. Escola Primária Pintor Alves Cardoso (Odivelas)
  15. Escola Miguel Torga (Sabrosa)
  16. Escola Secundária Morgado de Mateus (Vila Real)
  17. Escola Secundária de Caldas das Taipas (Braga)
  18. Escola Augusto Louro (Seixal)
  19. Externato as Descobertas (Lisboa)
  20. Escola Básica de Telheiras (Lisboa)
  21. Escola Profissional da Raia (Idanha-a-nova)
  22. Escola Secundária Santa Maria do Olival (Tomar)
  23. Instituto Politécnico de Santarém
  24. Escola Tecnológica, Artística e Profissional de Pombal
  25. Universidade do Minho
  26. Universidade Portucalense 
  27. Agrupamento de Escolas Passos Manuel (Lisboa)
  28. Agrupamento de Escolas Sá da Bandeira (Santarém)
  29. Agrupamento de Escolas de Vallis Longus (Valongo)
  30. Agrupamento de escolas D. Carlos I (Sintra)
  31. Agrupamento de Escolas de Campo Maior
  32. Agrupamento de Escolas Gabriel Pereira (Évora)
  33. Escola Básica 23 do Estreito de Câmara de Lobos (Direção Regional de Educação da Madeira)
  34. Escola Básica PE Dr. Eduardo Brazão de Castro (Direção Regional de Educação da Madeira)
  35. Escola Básica e Secundária D. Lucinda Andrade (Direção Regional de Educação da Madeira)
  36. Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco (Direção Regional de Educação da Madeira)
  37. Escola Básica PE/C do Caniçal (Direção Regional de Educação da Madeira)
  38. Escola Básica 23 da Torre (Direção Regional de Educação da Madeira)
  39. Escola Básica PE/C Alfredo Nóbrega Júnior (Direção Regional de Educação da Madeira)
  40. Escola Básica e Secundária da Ponta do Sol (Direção Regional de Educação da Madeira)
  41. Escola Básica Eugénio dos Santos (Lisboa)
  42. Escola Básica Pedro Santarem (Lisboa)
  43. Escola Básica de Alfornelos (Amadora)
  44. Escola Básica de Santa Maria (Açores)

O que fazer em casos de bullying?

Quando os adultos respondem de forma rápida e consistente ao bullying, transmitem mensagem aos alunos de que não é aceitável. 

  • Pare o bullying no local!

    •  Intervenha imediatamente. Pode pedir ajuda a outro adulto;
    • Separe as crianças envolvidas;
    • Certifique-se de que todos estão seguros;
    • Atenda a quaisquer necessidades médicas ou mentais imediatas.
  • Mantenha a calma

    • Respire fundo se se sentir mais exaltado/a;
    • Tranquilize as crianças envolvidas de forma respeitosa;
    • Dê tempo para que todos se acalmem antes de os questionar;
    • Dê-lhes tempo para pedir desculpa ou reparar relações.
  • Ligue para o 112 se:

    • Uma arma está envolvida;
    • Existem ferimentos graves;
    • Há ameaças de violência motivada pelo ódio, como racismo ou homofobia;
    • Existe abuso sexual;
    • Alguém é acusado de roubo ou suborno.
  • Conheça os factos:

    •  Mantenha todas as crianças envolvidas separadas;
    • Oiça a história de várias fontes, adultos e crianças;
    • Oiça sem culpar;
    • Evite mencionar a palavra bullying enquanto tenta perceber o que aconteceu.
  • Esclareça se é bullying

    • O alvo sente um desequilíbrio de poder? 
    • Já aconteceu antes? O alvo está preocupada que possa acontecer novamente?
    • Os jovens estão numa relação? Existem respostas específicas para a violência no namoro.
  • Se for cyberbullying

    • Perceba se também existe bullying presencial;
    • Informe os pais dos alunos e explique-lhes as medidas a tomar;
    • Relate atos criminosos à polícia, como ameaças sérias, partilhar imagens íntimas, perseguir, difamar... 

Investimento

Quer que a No Bully vá à sua instituição de ensino privada?

  • Formações

    /year
    €100
    /hora
    Deslocamo-nos à sua escola para sessões presenciais

Questões frequentes sobre o a metodologia No Bully

  • redes sociais

  • email

    geral@nobully.pt
  • Telefone

    935743439 Custo de chamada rede fixa/móvel nacional
Make your website with
Unicorn Platform Badge icon